“Com expressiva voracidade inventiva na escrita, Frederico Toscano nos oferta prato único, cujos ingredientes principais são história, comida, bebida e dinâmica sociocultural. O livro deve ser saboreado como refeição lenta, lauta e festiva”.

Adriano Marcena

“O enfrentamento das idéias de Gilberto Freyre e Câmara Cascudo com que Frederico Toscano nos brinda é acompanhado, simultaneamente, por uma perspectiva alvissareira de renovação da história e sociologia alimentar. Alguém sempre precisa começar, mostrar que não é um bicho de sete cabeças enfrentar a cultura canônica”.

Carlos Alberto Dória